pulo

29 de mar de 2011

Eu, Ela, Nós


Ontem foi o dia de minha Mãe, dia de sua face devastadora e destruidora, e o dia não poderia ser difernente.

A empregada faltou, logo no dia pós bagunça, quando a casa estava suja., bagunçada e a pia enorme. Arthur acordou 220V, não queria dormir e pedia por atenção, o marido saiu apressado pois o dia seria corrido: reunião, levar o meu note pra casa da véia, levar o computador da véia para a Level Up. Enfim, casa, limpeza, almoço, filho e marido - tudo na minha mão.

A manhã passou corrida, eu na cozinha. eu no Arthur, eu e Arthur na cozinha, rs.

De tarde, Arthur e eu na cama, Arthur e eu na arrumação, Arthur nem querendo dormir.

Mas eu tinha que arrumar um tempinho pra minha Mãe, pra saudar, pra louvar, pra agradecer, pra pedir, pra dançar.

Quando Arthur deu uma cochilada, pedi aos deuses que ele não acordasse, rs; corri no armário, peguei a saia vermelha que a Lú me deu (amo), coloquei uma blusinha tb vermelha, o lenço para dançar, lógico vermelho e liguei o som. Demorei até achar a música que queria, nessas horas reclamos do MP3 e a quantidade enorme de músicas que colocamos num único CD, rs.

Mas quando achei, Nossa Senhora Sekhmet, foi um TUDO.

Veio aquela energia de dentro da alma, as batidas que se mesclavam com o coração, os pés que não paravam no lugar, o corpo que mexia e remexia com uma destreza maravilhosa, o suor que escorria pelo corpo chegando ao chão. A sala parecia gigantesca, eu rodava e ia para outro lugar, via pessoas sentadas batendo palmas no ritmo da música, escutava mulheres gritando o lilili (que preciso aprender a fazer direito) e eu ia me empolgando com a dança.

Num momento, numa mudança de batida, desandei a falar, falei tudo que estava no meu peito e coração, chorava e ria, esbravejava e louvava, soltava coisas e ouvia outras, pedi, orei, bani, gritei, destruí, me curei.

Quando dei por mim, estava ajoelhada no chão, sem saber como fui parar lá, mas estava ofegante, cansada, mas energizada; uma música calma estava no ambiente e isso foi me fazendo voltar ao mundo real.

Estava pingada de suor, como sempre, nos contatos com Ela, Ela me faz transpirar como louca, colocando pra fora de modo físico tudo que precisa ser expurgado.

Apurei a audição e percebi que Arthur ainda dormia, mesmo depois de toda música e gritaria. Peguei meu derbak e começei a musicá-lo lentamente, fazendo diminuir os batimentos cardíacos e acalmando o resto do meu corpo.

E comecei a conversar, como quem conversa com uma Amiga, uma Irmã, uma Mãe. Falava calmamente, baixo, pausadamente; conversava sobre meus aprendizados, evoluções, dores e decisões. Eu sabia que Ela estava ali, sentia ao meu lado, sentada como eu, me ouvindo, me dando umas puxadas de orelha, rs.

Depois levantei, agradeci, chorei, ri, deixei o altar como tinha que ficar, me retirei.

No banho, fiz sair tudo que ainda precisava sair, sentei e lá fiquei, nem ligando para o consumo de água potável e o drama planetário, rs; era um momento eu com eu.

Saí renovada, Arthur já estava acordado, risonho pra mim, peguei o filhote e saí pulando com ele pela casa, levei ele ao altar, conversamos e brincamos pra Ela, com Ela.

Depois fui relaxar um pouco, Arthur depois do estômago forrado, ficou no carrinho, futuquei um pouco o computador, depois brinquei com as cadelas, o dia passou.

A noite chegou, a energia da casa ainda maravilhosa, bati papo animado com as amigas no computador, Arthur ficou com o pai e depois fui buscar mamy.

Mesmo com o dia corrido, quando queremos, arrumamos tempo para os deuses e claro, eles nos agradecem do melhor modo possível, se fazendo presentes em nossa vida!

Dua Sekhmet!!!

25 de mar de 2011

Maré Alta

Sonho com maré invadindo a cidade, lembro dos barcos de pesca de J. Camburi sendo levados mangue a dentro, eu vendo a água salobra levando e invadindo tudo, chegando inclusive na Serra; eu preocupada com a empregada que mora em bairro baixo e depois o céu azul com sol forte, como se nada tivesse acontecido.

23 de mar de 2011

Altura da criança


Li numa reportagem a essa informação, que fazendo essa conta se pode ter uma idéia da estatura da criança no futuro.

Para meninos:

(altura do pai) + (altura da mãe) + 13 cm
________________________________   = Resultado com variação de 6 cm pra mais
                             2                                        ou pra menos
                            
Para meninas:

(altura do pai) + (altura da mãe) - 13 cm
________________________________  = Resultado com variação de 6 cm pra mais
                               2                                      ou pra menos
                         

21 de mar de 2011

Ciúmes


Eu senti isso e aceitei!

Esse sentimento que tanto desprezo, que acho tão inútil, veio ao meu coração, só não ficou, pq não dou terreno para esse tipo de semente criar raízes; quando o percebi, expurguei o máximo que pude.

Mas não tenho como negar seu sentimento, por mais rápido que tenha sido.

Esse sentimento me fez imaginar coisas na qual não tenho o direito sequer de cobrar da pessoa.

Me deu um impulso, que ainda bem controlei, pois não posso chegar na pessoa e cobrar uma atitude tão egoísta de minha parte.

Mas me dói pensar na liberdade que a pessoa tem, de usar quem ela bem quiser, de conviver com quem melhor lhe convier.

Amor é respeito e eu respeito muito a pessoa em questão.

Mas se pudesse, faria ela acabar com a causa do meu ciuminho, rs.

Eu admito, ciúmes é bobagem, mas eu senti isso, fazer o q?

Nesse ano da verdade, verdade comigo mesma; admitir as coisas, tem me feito muito melhor.

Obrigada meus deuses, por não ter deixado o meu coração tão duro ao ponto de mais nada sentir!!!

19 de mar de 2011

Semana Mágica, Ritos, Lua Cheia Março e Tarot

 Essa semana muitas coisas aconteceram, muitas coisas mágicas.

Após pensar muito, resolvi tomar uma atitude radical e definitiva; vi que já estava na hora de mudar coisas, atitudes, pensamentos, energias e conceitos.

Aproveitando as vibrações do fim do verão, da chegada do outono, das mudanças astrológicas e mentais, fiz uma série de coisas positivas: 
  • Comprei/troquei/adquiri tarots novos e com isso estudos já estão engatilhados;
  • Reforcei as proteções pessoais, familiares e da casa;
  • Limpei/defumei corpos, mentes, espíritos, desejos, emoções, família e morada;
  • Bani, exorcizei, chutei pra sempre, pessoas, pensamentos e confusões de minha vida, do meu marido, de nossa família e do Clã;
  • Ritualizei em pleno sol do meio-dia, me reabastecendo e me preparando para as novas empreitadas da vida;
  • Dancei e cantei até todo o corpo formigar, trocando e renovando as energias pessoais;
  • Vi a Lua, sorri, chorei, agradeci, pedi e inaugurei um tarot.
E nessa Lua cheia - a maior dos últimos 20 anos - para mudar meu modo de tirar o tarot, usei a proposta da Pietra no Divinare Club. Agora são 3 cartas, sendo 1 arcano maior e 2 menores. Depois vamos usar o Arcano Maior e ver qual é a carta correspondente no Kitchen Tarot e no caso dos Arcanos Menores o que corresponde à eles na cozinha. Vai ser divertido! =D

E na nova onda de tirada, a coisa fica na seguinte ordem: "o primeiro menor é da onde eu saio, o segundo menor para onde eu vou, e o arcano maior se torna a toada do caminho." palavras de Pietra.

Nas energias da mudança e dos novos estudos, resolvi usar o Tarot dos Vampiros, minha última troca com a Lú.

O tarot funcionou que é uma beleza, foi inacreditável, mostrando que vou me dar muito bem com ele; mais preciso impossível, mostrando que minha nova empreitada foi uma decisão difícil, correta e necessária; agora é guentar o tranco com as mudanças.

E a coisa se resumiu em:

Arcanos Menores

Espadas: Indicam intelecto, linguagem, comunicações e idéias, mas tb se referem a conflitos e todos os tipos de dificuldades. Elas tb representam desejos de liberdade e independência.

6 de espadas - A Viagem: Você está deixando tudo para trás e indo em direção ao desconhecido. Você não sabe o que o destino reserva e dúvidas o perturbam.

Paus: Indicam o local de trabalho e o ambiente familiar. Eles tb representam ações, vitalidade, energia e viagens.

Às de Paus - Um começo: Um projeto nasce graças ao seu comprometimento e determinação. Seus esforços serão recompensados.

Arcano Maior

XVIII - A Lua (sombra): As sombras da noite confundem seu coração, e um senso de desorientação o oprime. Apenas você pode encontrar o caminho que o levará a libertação.

Bem, é esperar e guentar até a próxima Lua Cheia pra ver os resultados, rs.

Boa Sorte pra mim!!!

18 de mar de 2011

Técnicas do Ki

10 técnicas que vão nortear minha vida a partir deste ano.

1 - Treinar para receber - Aceite as coisas como e quando elas acontecem e não questione o porquê.

2 - Treinar para cair - Não há caminho sem tropeço. Todo mundo cai você também vai cair. Para não se machucar, preserve a cabeça. Olhe para seu umbigo, de onde veio, e mantenha-se fiel à sua origem.

3 - Não há situação absoluta - O que considera o máximo não é o máximo. Ao impor sua forma de ver, exclui possibilidades e respostas mais criativas.

4 - Não há situação definitiva - Tudo acaba ou se transforma, como o ciclo: nascer, crescer e morrer.

5 - Para cada problema, há quatro saídas - O corpo faz, no mínimo, movimentos para a direita, a esquerda, para cima e para baixo. Num impasse, também há quatro alternativas: o tempo para começar a reagir, o ponto de partida, a intensidade da ação ou o reconhecimento de que não há nada a fazer. A escolha de uma delas abre novas possibilidades.

6 - Convide o outro a se mover - É princípio da gentileza. Começe com "por favor", sem se impor. Se optar pela autoridade, terá vassalos, não parceiros.

7 - A circunstância devine a técnica - O que serve numa circunstância não vale pra outra. Olhe a sua volta e adapte-se. O fato define a forma de reagir.

8 - O movimento é feito a partir de você - Não transfira as responsabilidades. Inicie o movimento e inspire o outro. Mude para ele fazer o mesmo.

9 - O ponto de atrito é o menor ponto de contato - A divergência não é vital. Trate dos pontos que unem você e o outro e não os que separam. Se ficar presa ao que vai mal, permanecerá na briga.

10 - Não existe vitória - Você apenas realizou o seu projeto do momento. Para ganhar, alguém tem que perder e, não será bom se relacionar com o derrotado.

17 de mar de 2011

Sonho sobre Roubo


Essa noite tive um sonho um tanto perturbador, embora tenha acordado super calma.

Meu marido me ligada, pois estava na rua com minha mãe e me informava que nossa casa havia sido assaltada.

Ele ao chegar em casa percebeu a bagunça, os ladrões não estavam mais lá e ele tentava verificar que objetos haviam sido levados.

Mas ele estava mesmo incomodado com a coisa dos bandidos terem feito um lanche na casa, comido nossos produtos e feito bagunça na cozinha, ele falava: Eles tiveram todo o tempo do mundo, até lancharam aqui!

Estranhamente não falou do Arthur e eu nem me preocupei com ele, pois se ele estava sozinho em casa e eu com minha mãe, onde estava o garoto? Coisa de sonho....

Sei que olhava pro calendário na rua e via o dia 26, só não sei se 26 desse mês ou do mês que vem, embora o número 04 estivesse na minha mente. Sei que ao olhar o calendário eu me alertava sobre a data do assalto, portanto, de agora em diante é abrir o olho, principalmente neste dia, pq nada é avisado por acaso...

14 de mar de 2011

Eu te/me Liberto


Para certas coisas terem seu efeito positivo no mundo, precisamos expurgar sentimentos que nos remoem, consomem e criam conflitos internos. Evoluir é sempre necessário!

Nesse novo ciclo de minha vida, coloco para fora sem raiva, neura ou ódio um sentimento que já foi lindo, mas não possui mais espaço para germinação no solo de minha vida.

Essa é uma carta para alguém que um dia amei...

Não preciso citar nomes, é pessoal, faz parte das páginas de meu livro da vida e um capítulo dele encerro hoje.

Não me importa se será lida, nem sei se chegará ao seu destino, ou mesmo se será julgada pelos leitores daqui;  não estou me fazendo de vítima e nem apontando culpados. Meu coração está tranquilo, mas era necessário (para mim) que essa carta fosse redigida, como forma palpável de uma decisão bem tomada que deverá sempre ser lembrada.

Ma'at é minha testemunha!

Eu te/me liberto

Eu esperei por vc; mesmo falando que não viria, vai que vc apareceria no meu portão?

Eu acreditei que vc ligaria pra mim, como eu te liguei; pois vc sempre me disse que as palavras são melhores e mais importantes que as teclas do computador. Mas não, vc me enviou somente uma singela mensagem.

Pessoas que me amam vieram aqui, algumas de longe me ligaram, mostrando que se importam mais comigo do que vc que vive ao meu lado. Isso me deu o "click" que eu precisava sentir, lhe agradeço de coração por isso, por mais que tenha me causado dor num dia importante em minha vida.

Hoje é o nosso Dia Especial, na verdade era, pois sua conversa e distanciamento me provaram que não preza mais algo que eu julgava ser importante. Não vamos mais tampar o sol com a peneira, não é mesmo? Fingir que está tudo bem e que tudo pode ser levado tranquilamente, não é de nosso feitio; sabes que não consigo ser falsa com vc.

"Acho que a única razão de sermos tão apegados em memórias, é que elas não mudam, mesmo que as pessoas tenham mudado."

Não importa mais apontar culpados ou falar as mágoas, já passou, o que está feito, está feito; nada mudará o passado e não adianta nutrir uma planta que não quer mais crescer.

E nesse dia onde tudo novamente se iniciou, eu te/me liberto!

És liberta de mim; de meus pensamentos e sentimentos, de meus desejos e meus amores, de meus olhares e cuidados.

Que seu caminho seja livre, dourado, fresco e cheio de flores, assim como será o meu; cada qual na sua estrada, trilhando feliz o que desejou para si.

Não quero e nem espero pelo retorno desta, nada mais precisa ser dito por nós, que já não tenha sido dito.

Eu vou em paz!

Vá em paz!

Senebty!

13 de mar de 2011

1º dia do novo ciclo


No dia do meu niver, amigos vieram aqui em casa, mesmo com o tempo doido e a chuva torrencial; fizemos nosso famoso almoço coletivo (que só sai depois das 15 hs), regado a muita conversa, risadas, filosofias de buteco e claro bagunça. Faltou até cadeira para caber todos na mesa, preciso providenciar mudanças urgentes quanto a isso, rs.

Teve bolo surpresa, vela com 43 anos (calma eu faço só 34), pq aqui ninguém vale nada e nem perde a piada, rs, parabéns e muitas fotos!!!

O telefone não parou de tocar o dia todo, com falas carinhosas de gente de perto e de longe.

Arthur como sempre passando de colo em colo e sendo a alegria da festa com seus gritinhos e risadas.

Nesse 1º dia da vida nova, prestes a chegar ao novo ano astrológico, vou cantando banindo e magicando!!!

Aproveitarei bem essa semana pra colocar a casa em ordem, a vida no rumo certo e as magias em pleno funcionamento!!!


http://www.youtube.com/watch?v=RJ56-CX0zdM&feature=autoshare

10 de mar de 2011

Reflexões Vespertinas



 
Nesse dia calmo e tranquilo, com chuva e cheiro de terra molhada, estive cheia de reflexões e devaneios... Tem a ver com a contagem regressiva do post anterior e com a observação de fatos que acontecem há meses ao meu redor e que em algum momento precisavam ser extravasados depois de um certo amadurecimento de idéias sobre o tema; colocar pra fora faz super bem ao corpo, não é?
 
Dizem que devemos ajudar os outros sem esperar retorno; balela! Quem fala isso não está sendo verdadeiro nem consigo mesmo, nem com a sociedade que a rodeia.
 
Sempre esperamos no mínimo O reconhecimento (com letra maiúscula mesmo)! Pq reconhecer é perceber o que o outro fez por nós...  O foda é ajudar uma pessoa e ela depois ñ reconhecer. Na verdade fazer propaganda como se os louros da vitória fossem somente dela e de mais ninguém; afinal de contas, pessoas assim, tem o seguinte pensamento e fala: "me ajudou pq quis", se esquecendo que normalmente, são elas quem pedem ajuda primeiro.
 
Estou sentindo na pele a frase: "Vivendo e Aprendendo!" nessas minhas atuais reflexões.
 
Tem coisas/pessoas/idéias/atitudes que nunca vão mudar, mesmo que saibam exijam isso de terceiros! Pq exigir dos outros é muito, muito mais fácil, não é mesmo? Apontar os defeitos alheios é mais divertido que se olhar profundamente no espelho. Chamam isso de imaturidade? Talvez, mas isso tb é conhecido como egoísmo e maldade; é o famoso "cuspiu no prato que comeu". Mas isso é assunto para um outro post.
 
E novamente só posso olhar pra mim e me chamar de burra, não pela atitude do passado, pois essa foi a atitude correta na época, acreditei realmente nisso; mas me chamar de burra por não ter percebido antes, o que é óbvio agora.
 
Eu passei por um momento na minha vida onde confiei demais nas pessoas, achando que certas coisas seriam unidas para todo o sempre, que palavras dadas eram mais fortes que mil espadas; esquecendo que tudo à nossa volta pode mudar, inclusive os sentimentos, outrora, chamados verdadeiros.
 
Vejo agora que o tempo de muros altíssimos, foram anos bons, onde a decepção passou longe de meu coração, juntamente com a falta de trocas de sentimentos;  aí fica a dúvida: melhor sentir e sofrer ou nunca sentir, se resguardar e não conhecer?
 
Antigamente diria que sentir é melhor do que não viver; mas hj em dia, com as decepções que já sofri não sei mais dizer qual é a melhor resposta, se é que ela existe. Ainda bem que possuo essa dúvida, revelando desse modo que ainda existem pessoas/atitudes/idéias/sentimentos, na qual valham a pena pagar pra ver e viver.
 
Esse é mais um assunto chato a ser expurgado do meu corpo, que precisa ser consumido em reflexões até o seu fim, para não ficar qualquer tipo de sentimento/pensamento em que a erva daninha possa encontrar terreno fértil para grudar e nem água pra se alimentar.
 
Muitos devem pensar que sou uma boboca por ter me deixado passar pelo que passei, inclusive já fui julgada por isso, já falaram para eu devolver na mesma moeda, mas o "tentado mais"  - como diz a música, era importante para mim. Infelizmente (?) eu luto muito por aquilo que acredito e tenha dado meu coração, vou até o fim, até perceber que dali não sai mais nada na qual eu possa aprender e amar; vide que até hj não saí do ramo da Educação.
 
Só peço, do fundo de minha mente e alma, que os deuses nunca deixem meu coração embrutecer ou que minha língua destile venenos/pragas/fofocas/maldições sem causa e destinos certos, pq jogar o mal ao vento, é fazer com que o mesmo vento, o traga de volta, só que super potencializado pela rotação da Terra.
 
 O "Vivendo e Aprendendo", ainda faz parte do meu ser; assim quem sabe, me acostumo com a idéia de que tudo é mutável, inclusive (e ainda bem) nossos aprendizados.
 
 

Mudanças Importantes

Algumas mudanças dos anos 70 para os dias de hoje:



Antes era:
Agora é:
creme rinse
condicionador
obrigado
valeu
é complicado
é foda
collant
body
rouge
blush
ancião e coroa
véi
bailinho e discoteca
balada
japona
jaqueta
nos bastidores
making off
cafona
brega
programa de entrevistas
talk-show
reclame
propaganda
calça cocota
calça cintura baixa
flertar, paquerar
dar mole
oi, olá, como vai?
e aê?
cópia, imitação
genérico
curtir, zoar
causar
mamãe, posso ir?
véiaaaa, fui!!!
legal, bacana
manero, irado
mulher de vida fácil
garota de programa
legal o negócio
xapado o bagúio
pasta de dente
creme dental
cansaço
estresse
desculpe
foi mal
oi, tudo bem?
e aê, belê?
ficou chateada
ficou bolada
médico de senhoras
ginéco
superlegal
irado
primário e ginásio
ensino fundamental
preste atenção!
se liga!
por favor
quebra essa
recreio
intervalo
radinho de pilhas
ipod
manequim
modelo e atriz
retrato
foto
jardineira
macacão
mentira
kaô
saquei
tô ligado
entendeu?
copiou?
gafe
mico
fofoca, ti-ti-ti
babado
ha ha ha
uhauhauhauha
fotocópia
xerox
brilho labial
gloss
bola ao cesto
basquete
folhinha
calendário
empregada doméstica
secretária
faxineira
diarista
vou verificar
vou estar verificando
madureza
supletivo
vidro fumê
insulfilm
posso te ligar?
posso te add?
tingir uma roupa
customizar
dar no pé, ir embora
vazar
embrulho
pacote
lycra
stretch
tristeza
deprê
beque
zagueiro
rádio patrulha
viatura
atlético
sarado
peituda
siliconada
professor de ginástica
personal
quadro negro
board
babosa
aloe vera
lepra
hanseníase
Ave Maria!!!
Afffff!!
caramba
caraca
namoro
pegação
laquê
spray
de montão
pracarai!
derrame
AVC
chapa dos pulmões
raio-x
sua bênção, papai
"qualé", coroa?
você tem certeza?
ah! fala sério!
banha
gordura localizada
alisamento
chapinha
buteco no fim do expediente
happy hour
costureira
estilista
negro
afro-descendente
professora
tia, profe
senhor
tiozinho
bunduda
popozuda!
Amorrrrrrr!
Benhhêêêêê!
desculpe, mas esta questão que você me submeteu é impossível de cumprir!
nem fudendo!
olha o barulho!
ó o auê aí ô!
Conjunto
Banda