pulo

19 de jul de 2012

Cigana Madalena




A cigana Madalena era uma mulher muito alegre, terna e de muita força e fé na vida.

Jamais deixava a tristeza abater quem quer que fosse, tinha sempre uma palavra de animo e consolo para seu grupo.

Foi sempre um alento para as horas difíceis.

Quando seu grupo teve que sair de um país, ela foi a grande amiga, conselheira e todos vinham se aconselhar com ela.

Gostava de dançar, sentia imensamente cada emoção humana.

Era bela, forte, sensível, terna.

Quando precisava também sabia chamar a atenção, mas sempre de forma positiva.

Ninguém conseguia esquecer sua dança.

Ela era assim lembrada pelo seu povo: Como mãe, amiga e mulher.


É protetora das pessoas que tem problema em relação ao sexo e precisam mudar quanto a isto. Pessoas que são tímidas, que não conseguem se soltar, que tem medo do sexo, etc... 


Ela é de origem Árabe, e viajou por todo o Oriente Médio e Índia, foi muito reprimida e tem grande amor e paciência para orientar os que dela precisam. 


Suas magias são de fundamentos Árabes e Indianos, são poderosas magias que faz quando esta na aura de seus protegidos. Quase todos destas linhas. 


Cigana linda; gosta de dançar e se soltar, encantando a todos, sempre disposta a ajudar com seus mágicos poderes de Buena-Dicha, resolvendo todos os problemas que Deus permiti que ela interfira e faz o melhor para a pessoa (nem sempre o que a pessoa quer). 


Madalena enxerga longe. 


É grande fazedora de vinhos e porções de amor, gosta muito de fazer magia com pão árabe com pasta de carne apimentada e pétalas de rosas. 


Faz sua reza onde deixa a sua força e faz os amantes comem juntos, abrindo as energias de ambos para fazerem com muito amor um sexo gostoso e ardente. 


Nas festas ciganas o pão encantado de Madalena é disputado por todos, devidos aos seus poderes. 


Obs: Esta cigana não tem preconceitos, e recorrem a ela pessoas com problemas que nem imaginamos.




Vem cigana Madalena
com safiras no olhar
tua saia azul esvoaça
vem me ensinar a dançar.

Quando danças teu véu esconde
um misterioso enigma,
de quem muito já viveu
aprendendo com a vida.

Sois um misto de tudo,
mãe, amiga e mulher,
tens a ironia divertida
de quem sabe o que quer.

Sois dona de um perfume,
raro, suave e sedutor,
perfume que a tudo encanta,
o teu nome é AMOR.