pulo

25 de jun de 2014

Eu tentei




Eu tentei

Tentei aquietar meu coração,
Coração este em descompasso,
Frágil, triste, dolorido,
Simplesmente em pedaços.


Juntei a dignidade que me restava,
E sem nenhuma vergonha,
E sem nenhum pudor, 
Clamei por amor.

Deixei para meus olhos as últimas palavras,
Cerrando-os á escorrer gotas d'águas,
Os senti transformarem em palavras,
Tristes, doloridas chamadas lágrimas.

Imaginei que todos corações fossem iguais,
Sofressem, transbordassem e amassem,
Acho que me enganei,
Alguns são frios, vazios e impenetráveis.

Eu tentei e chorei,
Eu implorei e clamei.
Se mesmo assim não deu, 
Bem...

Eu tentei.

- Ales Sanjeri -